Comentário ao Evangelho do Dia – Virgem Maria Mãe da Igreja – Memória

10 de junho de 2019 08:00 -

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

 

Jo 19,25-34

 

No dia 3 de março de 2018, o Papa Francisco instituiu a celebração litúrgica de Maria Mãe da Igreja como memória obrigatória. O título de Mãe da Igreja foi dado a Maria pelo Papa Paulo VI no encerramento da Terceira Sessão do Concílio Vaticano II, em 21 de novembro de 1964. A celebração de Maria Mãe da Igreja nos ajuda a recordar que a vida cristã deve estar ancorada no mistério da cruz, na entrega de Cristo na Ceia eucarística, em Maria que se oferece de corpo e alma ao Pai. No mistério da cruz, encontramos Maria que recebe o discípulo amado como filho e que nos é dada como Mãe.

 

Na cruz, Jesus passa deste mundo para quem Ele ama e por quem Ele é amado. É a hora da separação, mas é também a hora de Jesus. Por isso, Jesus cuida dos discípulos ao entregar o discípulo amado para a sua mãe (Mulher, este é o teu filho): de agora em diante a mãe tem quem amar como filho, e o discípulo recebe quem o ama como filho.

 

Jesus entrega a mãe ao discípulo (Esta é a tua mãe). Agora, Maria tem quem a ama como mãe, e o discípulo recebe quem ama como mãe.

 

Assim se realiza a hora de Jesus: Ele comunica a nós seus irmãos o amor que ama e é amado. Ama e é amado como filho.

 

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Artigos / Youtube / Redes Sociais

Deixe um comentário

Event Information

10 de junho de 2019 08:00 -

Organizer

Location