Comentário ao Evangelho do Dia – Sexta-feira da 19ª Semana TC

16 de agosto de 2019 08:00 -

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

 

Mt 19,3-12

 

 

No Evangelho de hoje Jesus diz que o divórcio não corresponde ao desígnio original de Deus. O divórcio foi permitido por Moisés por causa da dureza de coração das pessoas. A sociedade hedonista, voltada unicamente para o prazer e para o conforto egoísta, que se torna cada vez mais indiferente a Deus, é facilmente levada à mentalidade do descartável. Tudo pode ser descartado, os compromissos pessoais, os relacionamentos humanos, o sentimento e a vida das pessoas.

 

Numa cultura do descartável não há espaço para o compromisso definitivo e estável. O casamento indissolúvel é visto como algo atrasado e pouco moderno, um ideal inexistente e uma imposição indevida. Infelizmente não se percebe que as pessoas não são descartáveis, que amor não é condicionado aos meus caprichos e exigências. Sem fazer sacrifício pelo bem do outros, é impossível enfrentar as crises, desafios e sofrimentos, como expressão de um amor que se doa e se entrega ao outro.

 

 

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Artigos / Youtube / Redes Sociais

 

Deixe um comentário

Event Information

16 de agosto de 2019 08:00 -

Organizer

Location