Comentário ao Evangelho do Dia – Sábado: Imaculado Coração de Maria

29 de junho de 2019 08:00 -

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

 

Lc 2,41-51

O coração de Jesus e o coração de Maria batem em uníssono. Recebem o amor do Pai e a ele respondem com amor total, se compadecem da miséria do mundo e a acolhem para superá-la no dom de si, na entrega total de si, no amor.

 

Entre Jesus e os seus pais ocorre uma ruptura. Entre pais e filhos acontece em determinado momento uma ruptura: vem um dia em que os filhos deixam de ser o prolongamento dos pais e seguem o seu próprio caminho na vida. É nesse momento que os pais devem assumir essa ruptura e aceitar esse distanciamento dos filhos para poder reencontrá-los como adultos.

 

Se isso acontece com os pais desta terra, com muito mais razão ainda entre os pais e Jesus. Nesse episódio do menino que permanece três dias desaparecido, ocorre uma ruptura cristológica: a presença de Deus em Jesus ultrapassa toda a compreensão humana, por isso, Maria e José se sentem ultrapassados pelo filho. Jesus é o filho deles, mas se revela como o Filho ocupado com as coisas do Pai. Jesus, submisso aos seus pais, se torna incompreensível para eles porque Ele tem um Pai que o chama e a quem obedece em tudo. Maria e José percebem que não são donos de Jesus, mesmo que este lhes seja submisso. Maria deve aceitar essa ruptura e esse distanciamento do Filho Jesus para poder reencontrá-lo como o Senhor ressuscitado.

 

 

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Artigos / Youtube / Redes Sociais

 

 

Deixe um comentário

Event Information

29 de junho de 2019 08:00 -

Organizer

Location