Comentário ao Evangelho do Dia – Quinta-feira da 5ª semana da Páscoa

23 de maio de 2019 08:00 -

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

 

Jo 15,9-11

 

Como o Pai me amou, assim também eu vos amei. Permanecei no meu amor.

 

Essa afirmação mostra como é o coração de Jesus. Ele não pretende ser a fonte do amor. Ele sabe que a origem do seu amor é o coração do Pai. Jesus é a perfeita expressão humana do amor do Pai. Ele recebeu no seu coração humano o amor que provém do Pai e viveu o amor de modo perfeitíssimo. Se quisermos conhecer o amor de Deus, se quisermos ter amor divino em nosso coração, é preciso contemplar o coração de Jesus, é preciso conhecer os evangelhos que falam do amor de Deus expresso concretamente na vida de Jesus Cristo.

 

Você quer amar de verdade? Ame como Jesus! Como posso saber como viver o amor de Deus na vida diária? Conheça a vida de Jesus pelos evangelhos, na prática dos santos, no testemunho de vida de tantos cristãos que vivem segundo o Evangelho!

 

Ou como diz o evangelho de hoje, para viver o amor de Jesus é preciso permanecer nele! “Permanecei no meu amor”. Como permanecer no amor de Cristo? O próprio Jesus nos responde: “Se guardardes os meus mandamentos, permanecerei no meu amor, assim como eu guardei os mandamentos de meu Pai”. Todos nós desejamos o amor, mas se quisermos o amor de Jesus é preciso buscar sempre e cumprir sempre a vontade do Senhor, aderir à sua vontade com todo o nosso ser em todas as ocasiões, pequenas e grandes.

 

A cada momento do dia de hoje tome essa decisão: farei a vontade de Cristo! Se fizer isso, viverá o amor de Cristo.

 

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Artigos / Youtube / Redes Sociais

Deixe um comentário

Event Information

23 de maio de 2019 08:00 -

Organizer

Location