Comentário ao Evangelho do Dia – Segunda-feira 2ª Semana da Páscoa

29 de abril de 2019 08:00 -

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

 

Jo 3,1-8

À primeira vista o Evangelho não parece ter muita relação com o mistério pascal. Não fala nem de morte nem de ressurreição.

Há, porém, uma relação profunda e, na realidade, o evangelho fala exatamente da ressurreição de Cristo e da nossa ressurreição.

A Escritura fala, de fato, da ressurreição de Cristo como novo nascimento.

O Evangelho de hoje nos fala do batismo: “se alguém não nasce do alto, não pode ver o reino de Deus”.

Nicodemos não entende e pensa no nascimento terreno. Mas Jesus está falando do batismo. É o batismo que forma em nós um ser espiritual novo, capaz de entrar no Reino de Deus. Para estar com Deus, é preciso este novo ser: ser participante da natureza divina.

Mas não devemos esquecer que o batismo é a porta. É o início e não a consumação. É o início da vida cristã e é preciso que essa vida se desenvolva até a plena estatura de Cristo. O batismo nos dá um novo ser e também nos dá uma nova medida a ser alcançada!

Devemos nascer de novo não somente no batismo, mas também a cada etapa de nossa vida. E não devemos nos assustar se durante as etapas de crescimento da vida cristã se apresentam as dores de parto.

O novo nascimento não acontece somente uma vez: todas as dores de parto são um chamado para esse novo nascimento.

“É preciso nascer de novo e do Espírito”. O Espírito Santo é o Dom de Deus por excelência. Ele é pessoa Dom. Dom de Deus mesmo dado a nós. Peçamos ao Senhor esse dom que nos torna capazes de nascer de novo. Peçamos a Jesus ressuscitado que nos envie de junto do Pai eterno esse dom que nos dá força e confiança para enfrentar as dificuldades desta vida como dores de parto que anunciam o novo nascimento.

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Artigos / Youtube / Redes Sociais

 

 

Deixe um comentário

Event Information

29 de abril de 2019 08:00 -

Organizer

Location