Comentário ao Evangelho do Dia – 02 de fevereiro

2 de fevereiro de 2019 08:00 -

02/02 – Apresentação do Senhor

Por Dom Julio Endi Akamine SAC

 

Celebramos hoje a festa da oferta, a festa da luz, a festa do encontro.

É a festa da luz exatamente porque é a festa da oferta: Jesus é apresentado a Deus para ser consumado na chama da oferta, para se a luz que brilha no seu sacrifício. As velas que hoje benzemos e levamos em procissão são um símbolo belíssimo dessa oferta para ser luz. A vela está, por assim dizer, totalmente disponível para a chama; ela se consuma na chama e assim faz brilhar a sua luz; a vela é luz na medida que se oferece na chama.

Nesse sentido, a vida de Cristo é luz. Ele está totalmente disponível para o fogo do amor. O amor no qual Jesus se consome vem do Pai, e é amor do Pai e do Filho. Jesus se oferece e se consuma totalmente nesse fogo do amor. Assim a humanidade que ele assumiu na encarnação se transforma em luz e em glória na oferta sacrifical. Em todos os momentos da vida de sua vida, Jesus ofereceu a vida em sacrifício de amor e nesse fogo Ele fez brilhar a luz. Assim Jesus se torna a luz do mundo no sacrifício da cruz: é nesse momento que a luz é posta no candeeiro para iluminar o mundo; é nesse momento que Jesus é glorificado e é elevado para atrair todos a si, como luz do amor que se doa.

A festa de hoje é prenúncio e antecipação do mistério pascal. A procissão que hoje fizemos é uma antecipação da procissão da Vigília Pascal, quando seguimos Cristo Luz do Mundo, simbolizado no círio pascal. As palavras de Simeão revelam veladamente a paixão e morte de Cristo: “Este menino vai ser causa tanto de queda como de reerguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição. Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações. Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma”. A profecia de Simeão proclama que mistério de Cristo se torna luz do mundo e de Israel através do sacrifício pascal.

Hoje celebramos a festa do encontro. Nós vamos ao encontro da luz para que nos transformemos nós mesmos “luz”. São Paulo proclama que nós somos filhos da luz. Jesus afirma que nós somos “luz do mundo”. São Paulo nos exorta a nos apresentar ao Pai como oferenda viva: “oferecei os vossos corpos como sacrifício vivente”. A festa de hoje nos convida a consumar a nossa vida no fogo do amor para que sejamos luz, graças ao Espírito Santo.

Jesus ofereceu a si mesmo ao Pai por meio do Espírito Santo. Ora, também nós para oferecermos um sacrifício agradável a Deus devemos fazê-lo por meio do Espírito Santo a imitação de Jesus. Peçamos que o Espírito faça de nossa vida uma oferta santa e agradável a Deus. Assim se realizará nosso verdadeiro encontro com Cristo: tomemos de Cristo a luz, tomemos de Cristo a chama que nos consuma em sacrifício.

Alegremo-nos neste dia da luz, pensando que seremos transformados pelo fogo divino em luz que ilumina não somente a nossa casa, mas também o mundo inteiro.

 

Veja mais em: Biografia / Agenda do Arcebispo / Artigos / Youtube / Redes Sociais

Deixe um comentário

Event Information

2 de fevereiro de 2019 08:00 -

Organizer

Location